Porto Estrela

A Vila da Estrela teve sua origem no período colonial, durante o Ciclo do Ouro. O Porto da Estrela serviu como escoadouro da produção aurífera obtida em Minas Gerais. O povoado tornou-se, um dos principais e mais ativos portos do território brasileiro. Durante o Império de Dom Pedro II, o Porto da Estrela tornou-se município, elevando-o à categoria de vila; ocorrendo a sua instalação em 20 de julho do mesmo ano. Em seu território esteve sob jurisdição a Imperial Colônia de Petrópolis até 16 de março de 1843, quando se emancipou. Com o advento da ferrovia no Brasil, cuja primeira estrada de ferro - construída pelo Barão de Mauá  - teve justamente a estação inicial no Porto de Mauá, distante poucos quilômetros da Vila da Estrela. Com este acontecimento, com a mudança do sistema de transporte, o porto da Vila da Estrela tornou-se uma rota obsoleta e inviável, motivando, com o tempo, sua natural e gradual desativação. Após a abolição da escravatura e a Proclamação da República, já em plena decadência, a sede municipal da vila foi transferida para a povoação de Vila Inhomirim, mas apesar da mudança de sede, a vila, já em plena crise econômica, não mais podendo resistir como célula política, foi extinta em 08 de maio de 1892. Seu território municipal é dividido entre os municípios de Magé e Vila Iguassú (atualmente Nova Iguaçu).
Compartilhe esta página

O que fazer?

Não há conteúdo

Onde ficar?

Não há conteúdo

Onde comer?

Não há conteúdo

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.