São Bartolomeu

Uma acanhada joia barroca do século 18. Assim pode ser descrito o distrito de São Bartolomeu.

Cortada pelo Rio das Velhas, a cidade, que fica a 97 km da capital mineira, ostenta belíssimas cachoeiras.

A Igreja Matriz de São Bartolomeu é uma das mais antigas e imponentes igrejas de Minas Gerais.

A fartura de frutas na cidade induziu os seus moradores à fabricação de doces caseiros, tradição reconhecida na cidade.

Além do artesanato, a cidade tem o costume de realizar alguns festejos culturais. A Festa da Goiaba (doce caseiro mais popular da cidade) é de presença obrigatória e está entre as mais conhecidas e apreciadas pelos turistas. 

Igreja São Bartolomeu
Compartilhe esta página:

ATRATIVOS

Igreja São Bartolomeu

A Igreja Matriz de São Bartolomeu possui características tipológicas das primeiras edificações religiosas erigidas na região de Ouro Preto em meados do século XVIII, no período colonial. Encontra-se implantada em patamar elevado de topografia plana, na Rua do Carmo. Um muro em alvenaria de pedra circunda a edificação, delimitando uma área gramada, havendo do lado direito um coreto construído no século XX.

A planta da capela é retangular, composta por nave, coro, capela-mor, capela lateral à nave e cômodo anexo, corredores laterais e sacristia posterior. A edificação compõe-se de sete volumes de altimetria diferenciada, sendo os mais altos os das duas torres, em seguida o volume que abriga a nave e o coro, sucedido pelo volume da capela lateral, em seguida o volume referente à capela-mor, e em seguida um volume mais baixo, composto pelos corredores laterais à capela -mor e pela sacristia, da mesma altura da cobertura do cômodo anexo à capela lateral.

As paredes da edificação foram executadas em alvenaria de pedra, assentada com argamassa de barro, pintadas à cal.

Igreja Nossa Senhora das Mercês

Construída toda em tijolos, este templo é obra de Padre Afonso de Lemos, concluído, a muito custo, em 1908. Exteriormente apresenta motivos que remetem ao modismo Neo-gótico, com janelas e portas ogivais.

Possui três altares de madeira escura, de características neoclássicas. Seu exterior curvo possui uma única torre central. Durante muitos anos esteve abandonada até que parte do teto desabou na década de 1980.

Apesar de ter chamado atenção da imprensa na época, o forro da nave foi reconstruído desrespeitando o plano original da igreja. Além do interesse histórico, a Igreja das Mercês, como é chamada, tem interessante valor na paisagem urbana de Cachoeira pelo pitoresco de sua localização.
Mais

Restaurantes

Mais

serviços

Prefeitura (Ouro Preto)
(31) 3559-3200