Rio de Janeiro

  • Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro, inicialmente, não foi beneficiada com as descobertas do ouro. A população passou por um período de encarecimento dos alimentos e da mão de obra africana, diante das necessidades da região aurífera. Os rebanhos de bois e os comboios de mulas circulando por caminhos distantes do Rio de Janeiro complicavam mais ainda o abastecimento. Tal situação foi modificada quando o governo metropolitano, preocupado em fiscalizar e controlar a circulação do ouro, a arrecadação dos impostos e o contrabando frequente, ordenou a abertura de outro trajeto, ligando Ouro Preto ao porto do Rio de Janeiro. Esse percurso, chamado de Caminho Novo, acrescentou à vocação marítima e atlântica da cidade a vocação continental.  Na transição do século XVII para o XVIII, o Rio de Janeiro viveu um momento significativo: adquiriu protagonismo inegável na economia da colônia, em consequência do trânsito de metais preciosos e de escravos. Pelo porto, escoavam riquezas, e a cidade voltou a chamar a atenção de outros reinos europeus. Com objetivo de realizar a fiscalização das áreas de mineração, com mais firmeza, a capital foi transferida de Salvador – BA para o Rio de Janeiro – RJ.

Praça Mauá e Portos
Rio de Janeiro
Compartilhe esta página:

ATRATIVOS

Mais